O autismo faz parte dele, mas não o define

“Ser mãe de uma criança com autismo é, em primeiro lugar, amar o meu filho com todas as características que o definem. O meu filho chama-se Tomás, tem 4 anos, é feliz e bem-disposto, adora música e ritmos, brinca muito, dança, adora passear e conhecer locais novos, é inteligente, meigo, e é muito sensível. O autismo faz parte dele, mas não o define.
Como mãe que sou, apaixonada por ele, deixou-nos perdidos e a sofrer atrozmente, com o medo do futuro, com todas as dificuldades para conseguir concretizar situações que a qualquer outro pai e criança não é exigido, por ser naturalmente conseguido. (more…)

pipinho

Vitórias diárias num campeonato sem fim

“Sabem, o meu campeão é o Filipe. O meu campeonato não tem fim. Vocês colecionam vitórias e eu também, cada vez que noto ligeira evolução no meu filho. O Filipe nunca me chamou de mãe. Nunca me deu a mão. Sonho com o dia em que vai conseguir manter-se de pé sozinho. Vocês se também são pais, acredito que me compreendem quando vos agradeço de coração, ainda que não saibam quem é o Filipe.”

Mara Ferreira, mãe do Pipinho

(more…)